Seja Bem Vindo!
Sky Esquerdo
Sky Direito

Agentes da PCDF “não têm condições mínimas de trabalho”, diz sindicato

Sinpol enviou ofício para o GDF e para a diretoria da corporação, com o pedido de “providências urgentes”

O Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) encaminhou ofício para o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), e para a direção da corporação, com o pedido de providências urgentes nas delegacias da capital. Embora o Executivo tenha imposto como slogan da atual gestão a reabertura de todas as delegacias 24 horas, a entidade reclama do sucateamento das unidades e diz que os servidores são “submetidos, diariamente, à falta de condições mínimas de trabalho”.

De acordo com o Sinpol-DF, o déficit é de cerca de 3 mil profissionais. “O sindicato já denunciou o problema por diversas vezes, mas a situação de risco se agrava. A entidade tem defendido que as equipes de plantão precisam ser ampliadas e a PCDF [Polícia Civil do Distrito Federal] precisa, urgentemente, regulamentar os protocolos de ação e o efetivo mínimo em cada uma das unidades”, afirma, por meio de nota.

O pedido se estende ainda à recomposição de efetivo por desfalques gerados devido a afastamentos. Outro agravante seria o acionamento de escoltas hospitalares de imediato para atender demandas em flagrante. Hoje, o trabalho que deveria demorar apenas duas horas só ocorre no dia seguinte. Falta um sistema eletrônico.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.