Seja Bem Vindo!
Sky Esquerdo
Sky Direito

Concurso Polícia Federal: 2.000 vagas; novo edital em 2024?

Concurso Polícia Federal: Diretor-Geral revela intenção da realização de um novo certame. Veja os detalhes!

Um novo concurso Polícia Federal (PF) pode acontecer nos próximos meses. Em entrevista, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Marcus Firme, disse que estão fazendo esforços para que o concurso Polícia Federal aconteça neste ano.

“Há um esforço grande por parte da Administração da Polícia Federal para que haja o concurso ainda esse ano. Eu acredito que provavelmente possa ocorrer ainda esse ano, os esforços estão sendo feitos para isso”, afirmou.

Já em resposta ao Gran, a PF informou que os estudos estão em andamento. “No momento, estão sendo conduzidos estudos internos com o objetivo de avaliar o quadro de pessoal da instituição, determinar as necessidades de efetivo e, consequentemente, definir o quantitativo de vagas a serem ofertadas”, diz a nota da PF.

Anteriormente, o diretor-geral da PF, André Passos, informou que planeja a contratação de 2 mil novos policiais, conforme anunciado na Globo News, nos dias 3 e 4 de janeiro de 2024.

De acordo com ele, a gestão da PF tem o objetivo de realizar novos concursos públicos para recrutar e capacitar mais policiais para o controle nacional de armas. Esse número de servidores, supriria a necessidade de novas contratações para a corporação, que corresponde ao mesmo número de vagas.

O último Concurso Polícia Federal foi realizado em 2021 e ofertou 1.500 vagas. No entanto, desde setembro de 2023, o certame está sem validade.

Navegue pelo índice e saiba todos os detalhes sobre o concurso Polícia Federal:

Concurso Polícia Federal: situação atual

Veja abaixo o histórico da seleção:

Concurso Polícia Federal: remuneração e benefícios

Atualmente, as remunerações dos profissionais da corporação são as seguintes para AgenteEscrivão Papiloscopista:

Categoria Remuneração (R$)
Especial 20.330,45
Primeira 16.641,32
Segunda 14.218,41
Terceira 13.649,53
Concurso Polícia Federal: vencimentos para Agente, Escrivão e Papiloscopista

Confira os valores para Delegado Perito Criminal:

Categoria Remuneração (R$)
Especial 33.721,23
Primeira 30.352,95
Segunda 26.485,28
Terceira 25.825,09
Concurso Polícia Federal: vencimentos para Delegado e Perito Criminal

Durante o Curso de Formação Profissional da Polícia Federal, o candidato fará jus ao auxílio-financeiro, na forma da legislação vigente, no valor de 50% do subsídio da classe inicial do cargo, à época de sua realização, sobre o qual incidirão os descontos legais, ressalvado o direito de optar pela percepção do vencimento e das vantagens do cargo efetivo, em caso de ser servidor da Administração Pública Federal.

REAJUSTE SALARIAL

Vale lembrar que foi aprovada a proposta de reajuste salarial para servidores da Polícia Federal. Os acordos estabelecem reestruturações remuneratórias em três parcelas: agosto de 2024, maio de 2025 e em maio de 2026. Os cargos contemplados são: Delegado, Perito Criminal, Escrivão, Agente e Papiloscopista.

Dessa forma, as remunerações funcionarão da seguinte maneira, a partir de agosto de 2024:

Categoria Remuneração (R$)
Especial 25.250,00
Primeira 19.617,37
Segunda 16.761,16
Terceira 14.710,10
Concurso PF: remunerações após reajustes salariais

Confira os valores com reajuste para Delegado Perito Criminal, a partir de agosto de 2024:

Categoria Remuneração (R$)
Especial 41.350,00
Primeira 35.377,35
Segunda 30.886,46
Terceira 27.831,70
Concurso PF: como ficará salário após reajuste salarial

Benefícios ofertados

Um dos benefícios ofertados aos policiais federais que estão na fronteira pode gerar ganhos adicionais de até R$ 2 mil por mês. Confira abaixo quais são os benefícios:

  • Auxilio-alimentação: R$ 658,00
  • Lotação nas regiões de fronteira: R$ 91,00 por dia de trabalho (Lei 12.855/201)

Todos os cargos têm carga horária de trabalho semanal de 40 horas.

Concurso Polícia Federal: cargos e vagas

O Diretor-Geral da Polícia Federal, André Passos, anunciou que planeja a contratação de 2 mil novos policiais. Com isso, a gestão da PF tem o objetivo de realizar novos concursos públicos para recrutar e capacitar mais policiais para o controle nacional de armas.

Cargos vagos

Atualmente, conforme o portal da transparência, existem 1.697 cargos vagos para a carreira policial da Polícia Federal, sendo:

Cargos Vagos
delegado 246
perito criminal 42
escrivão 327
agente 1.064
papiloscopistas 8
Concurso PF: relação de cargos vagos

Concurso Polícia Federal: requisitos

Conheça as exigências por ocupação:

Agente e Escrivão de Polícia Federal

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Papiloscopista Policial Federal

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Delegado de Polícia Federal

Diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial.

Quais os requisitos para todos os cargos no concurso Polícia Federal?

  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional;
  • já a idade limite para entrar na Polícia Federal não existe. Contudo, é preciso respeitar a idade limite da aposentadoria compulsória de um policial que de acordo com a legislação brasileira é de 65 anos;
  • ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal;
  • possuir carteira de identidade civil e carteira nacional de habilitação, categoria “B”, no mínimo;
  • ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.

Concurso Polícia Federal: atribuições

Saiba as atividades a desempenhar.

Agente de Polícia Federal

  • Investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal;
  • proceder à busca de dados necessários;
  • executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações;
  • executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal;
  • conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves;
  • auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica;
  • desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Escrivão de Polícia Federal

  • Dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação;
  • atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais;
  • responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores;
  • cumprir medidas de segurança orgânica;
  • atuar nos procedimentos policiais de investigação;
  • desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Papiloscopista Policial Federal

  • Executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de reconhecimento, isolamento, fixação, coleta, acondicionamento, transporte, recebimento, processamento, armazenamento e descarte de fragmentos e impressões papilares, realização de exames e emissão de laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana e prosopografia;
  • operar e gerir bancos e sistemas automatizados de identificação humana civil e criminal;
  • assistir à autoridade policial;
  • desenvolver estudos na área de identificação humana civil e criminal;
  • conduzir veículos automotores;
  • cumprir medidas de segurança orgânica;
  • desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Delegado de Polícia Federal

  • Instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação;
  • orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais;
  • participar do planejamento de operações de segurança e investigações;
  • supervisionar e executar missões de caráter sigiloso;
  • participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

Último Concurso Polícia Federal

O edital de abertura do concurso público foi divulgado no dia 15 de janeiro de 2021 no Diário Oficial da União. O documento (veja aqui na íntegra) indica todas as regras e cronograma da seleção.

De acordo com o edital, o concurso Polícia Federal, com provas aplicadas em 2022 ofertou 1.500 vagas para quatro cargos. Confira a distribuição:

Cargos no concurso PF Vagas  para ampla concorrência Vagas reservadas aos candidatos negros Vagas reservadas aos candidatos com deficiência
Delegado de Polícia Federal 91 25 7
Agente de Polícia Federal 669 179 45
Escrivão de Polícia Federal 300 80 20
Papiloscopista de Polícia Federal 62 17 5
Vagas do último concurso Polícia Federal

Etapas de prova

O concurso Polícia Federal foi composto de duas etapas. Saiba mais sobre cada uma delas clicando nos links abaixo:

Primeira etapa

Segunda etapa

O Curso de Formação Profissional foi de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, localizada no Distrito Federal, onde puderam ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

Durante o CFP o aluno recebeu bolsa no valor correspondente à 50% do valor da remuneração inicial do cargo no qual foi aprovado, ou seja: R$ 11.846,37 para candidatos ao cargo de Delegado e R$ 6.261,25 para os demais cargos.

Concurso Polícia Federal 2021: prova objetiva

A prova objetiva do Concurso Polícia Federal para todos os cargos foi composta de 120 questões de múltipla escolha, sendo constituída de itens para julgamento de Certo ou Errado.

A nota em cada item da prova objetiva, feita com base nas marcações da folha de respostas, foi igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato fosse em concordância com o gabarito oficial definitivo da prova; 1,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato estivesse em discordância com o gabarito oficial definitivo da prova; 0,00, caso não houvesse marcação ou houvesse marcação dupla (C e E).

Foi reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso Polícia Federal o candidato ao cargo de Delegado de Polícia Federal que obteve nota inferior a 48,00 pontos na prova objetiva (P1).

Foi reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso público o candidato aos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal quem se enquadrasse em pelo menos um dos itens a seguir:

  • obteve nota inferior a 6,00 pontos no bloco I da prova objetiva (P1);
  • obteve nota inferior a 3,00 pontos no bloco II da prova objetiva (P1);
  • obteve nota inferior a 2,00 pontos no bloco III da prova objetiva (P1);
  • obteve nota inferior a 48,00 pontos no conjunto dos três blocos da prova objetiva

Confira abaixo a relação de disciplinas do concurso Polícia Federal:

Agente de Polícia Federal Bloco I: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico Bloco II: Informática Bloco III: Contabilidade Geral
Escrivão de Polícia Federal Bloco I: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico Bloco II: Informática Bloco III: Contabilidade Geral e Arquivologia
Papiloscopista de Policial Federal Bloco I: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico Bloco II: Informática Bloco III: Biologia, Física e Química
Delegado de Polícia Federal Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário. Também Criminologia.
Concurso Polícia Federal: disciplinas

Concurso Polícia Federal 2021: prova discursiva

Para o cargo de Delegado de Polícia Federal, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório teve o valor máximo de 24,00 pontos.

Objetos de avaliação: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

A composição dessa avaliação foi:

  • 3 (três) questões dissertativas, de até 30 linhas cada, com valor máximo de 4,00 pontos cada uma; e
  • elaboração de uma peça profissional, de até 90 linhas, com valor máximo de 12,00 pontos.

Para os cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista de Policial Federal, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, valeu 13,00 pontos e consistiu da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, com base em tema formulado pela banca examinadora.

Respeitados os empates na última colocação, foi corrigida a prova discursiva dos candidatos aprovados na prova objetiva e classificados até as posições de que trata o quadro a seguir:

Cargo Posição entre os candidatos às vagas de ampla concorrência Posição entre os candidatos às vagas reservadas aos candidatos negros Posição entre os candidatos às vagas reservadas aos candidatos com deficiência Total de provas discursivas corrigidas
Delegado de Polícia Federal 280º 75º 21º 376
Agente de Polícia Federal 2.000º 540º 135º 2.675
Escrivão de Polícia Federal 900º 240º 60º 1.200
Papiloscopista de Polícia Federal 190º 51º 15º 256

Concurso Polícia Federal 2021: TAF

Foram convocados para o exame de aptidão física do concurso Polícia Federal todos os candidatos aprovados na prova discursiva, respeitados os empates da última posição. O exame, de caráter unicamente eliminatório, foi realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e visou avaliar a capacidade do candidato, com deficiência ou não, para suportar, física e organicamente, as exigências do ensino das atividades policiais a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional.

O candidato é considerado apto no exame de aptidão física se, submetido a todos os testes, quando obtém o desempenho mínimo de 2,00 pontos em cada teste e o somatório mínimo de 10,00 pontos no conjunto dos testes. É considerado inapto o candidato que não alcança o desempenho mínimo exigido. O candidato considerado inapto foi eliminado do concurso.

O exame de aptidão física foi composto de quatro testes especificados a seguir:

  • Teste em barra fixa;
  • Teste de impulsão horizontal;
  • Teste de natação (50 metros);
  • Teste de corrida de 12 minutos.

Saiba mais detalhes do TAF Polícia Federal:

Teste em barra física Teste de Impulsão horizontal Teste de natação (50 metros) Teste de corrida de 12 minutos
Para homens Abaixo de 2 flexões (0,00 ponto – eliminado)
2 flexões (2,00 pontos)
3 flexões (3,00 pontos)
4 flexões (4,00 pontos)
5 flexões (5,00 pontos)
Abaixo de 1,70 (0,00 ponto/eliminado)
De 1,70 a menos de 1,80 (2,00 pontos)
De 1,80 a menos de 1,90 (3,00 pontos)
De 1,90 a menos de 2,00 (4,00 pontos)
Igual ou superior a 2,00 (5,00 pontos)
Desempenho mínimo de 56 segundos. Desempenho mínimo de 2.000 metros.
Para mulheres Abaixo de 15 segundos (0,00 ponto/eliminada)
Igual ou superior a 15 segundos e abaixo de 20 segundos (2,00 pontos)
Igual ou superior a 20 segundos e abaixo de 25 segundos (3,00 pontos)
Igual ou superior a 25 segundos e abaixo de 30 segundos (4,00 pontos)
Igual ou superior a 30 segundos (5,00 pontos)
Abaixo de 1,30 (0,00 ponto/eliminada)
De 1,30 a menos de 1,40 (2,00 pontos)
De 1,40 a menos de 1,50 (3,00 pontos)
De 1,50 a menos de 1,60 (4,00 pontos)
Igual ou superior a 1,60 (5,00 pontos)
Desempenho mínimo de 64 segundos. Desempenho mínimo de 1.600 metros.

Concurso Polícia Federal 2021: avaliação médica

Foram convocados para a avaliação médica no Concurso Polícia Federal os candidatos aptos no exame de aptidão física. Na avaliação médica, a análise foi feita de forma individualizada, levando em consideração o conjunto de características de cada candidato e sua respectiva adequação para o exercício do cargo pretendido.

A avaliação médica compreendeu a consulta médica (anamnese e exame físico) realizada por junta médica do Cebraspe e o envio, via upload, de exames médicos e de diagnóstico médico especializado para ser analisados (em conjunto com as informações oriundas da consulta médica) por junta médica do Cebraspe.

Aos candidatos era solicitado os seguintes exames:

  • Sangue;
  • Fezes;
  • Urina;
  • Antidrogas*;
  • Neurológico;
  • Cardiológico;
  • Pulmonar;
  • Oftalmológico;
  • Otorrinolaringológico:
  • Radiografia das colunas lombar e sacral (lombossacra);
  • Ecografia de abdome total, com laudo;
  • Psiquiátrico,

O exame antidroga (toxicológico) pode ocorrer durante todo o período do concurso Polícia Federal, de acordo com a necessidade da PF.

Concurso Polícia Federal 2021: prova oral

Esta etapa foi aplicada somente aos candidatos ao cargo de Delegado de Polícia Federal. A prova oral, de caráter eliminatório e classificatório, valeu em seu conjunto 16,00 pontos.

Os candidatos foram avaliados sobre os conhecimentos das seguintes disciplinas:

  • Direito Administrativo,
  • Direito Constitucional,
  • Direito Penal e
  • Direito Processual Penal.

Na avaliação da prova oral, foram considerados o domínio do conhecimento jurídico, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo. A nota final na prova oral foi o resultado da média aritmética simples das notas atribuídas pelos examinadores.

Concurso Polícia Federal 2021: prova prática de digitação

A prova prática de digitação teve caráter eliminatório e foi aplicada somente aos candidatos ao cargo de Escrivão de Polícia Federal. A prova prática de digitação teve a duração de 10 minutos, valeu 10,00 pontos e consistiu de digitação de um texto predefinido de aproximadamente dois mil caracteres, em computador compatível com IBM/PC. O candidato do concurso Polícia Federal (PF) tem que estar apto a digitar em qualquer tipo de teclado.

Concurso Polícia Federal 2021: avaliação de títulos

Foram convocados para a avaliação de títulos os candidatos aos cargos de Delegado de Polícia Federal aprovados na prova oral. A avaliação de títulos valeu sete pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados fosse superior a esse valor. Somente foram aceitos os títulos abaixo relacionados, expedidos até a data do envio, observados os limites de pontos do quadro a seguir:

QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA AVALIAÇÂO DE TÍTULOS
ALÍNEA TÍTULO VALOR DE CADA TÍTULO VALOR MÁXIMO DOS TÍTULOS
A Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de doutorado em Direito. Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado em Direito, desde que acompanhado de histórico escolar. 2,00 2,00
B Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de doutorado em Direito. Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado em Direito, desde que acompanhado de histórico escolar. 1,00 1,00
C Certificado de conclusão de curso de pós-graduação em nível de especialização lato sensu em Direito, com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas, reconhecido pelo Ministério da Educação. Também será aceita a declaração de conclusão de pós-graduação em nível de especialização em Direito, desde que acompanhada de histórico escolar. 0,50 0,50
D Exercício no cargo de Delegado de Polícia. 0,40 por ano completo sem sobreposição de tempo 2,00
E Exercício em cargo público de natureza política, exceto o da alínea D, nas instituições: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militares, Polícia Penal e Forças Armadas). 0,30 por ano completo sem sobreposição de tempo 1,50
TOTAL MÁXIMO DE PONTOS 7,00 pontos

Concurso Polícia Federal 2021: avaliação psicológica

A avaliação psicológica consistiu no processo sistemático, realizado mediante o emprego de um conjunto de procedimentos científicos destinados a aferir a compatibilidade das características psicológicas do candidato, com deficiência ou não, com as atribuições do cargo pleiteado, visando verificar:

  • capacidade de concentração e atenção;
  • capacidade de memória;
  • tipos de raciocínio;
  • características de personalidade como: controle emocional, relacionamento interpessoal, extroversão, altruísmo, assertividade, disciplina, ordem, dinamismo e persistência.

A avaliação psicológica foi realizada em dois momentos no concurso Polícia Federal, como especificado a seguir:

  • Primeiro momento: realizado ao final da primeira etapa do concurso público, com aplicação de um conjunto reduzido de testes psicológicos, sem caráter eliminatório, para iniciar o processo de avaliação contínua, e incluirá a emissão de laudo psicológico com critérios e percentis que serão utilizados posteriormente em análise conjunta com os dados coletados no segundo momento; e
  • Segundo momento: realizado durante a segunda etapa, no Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório, contemplando a aplicação, correção e análise dos resultados dos seguintes instrumentos: testes psicológicos (escalas, inventários, questionários e métodos projetivos/expressivos); entrevistas psicológicas semiestruturadas; registro de observação de comportamentos individuais em aulas operacionais e por meio de processo grupal.

Concurso Polícia Federal 2021: investigação social

A investigação social, de caráter unicamente eliminatório, foi realizada pela Polícia Federal e visou avaliar o procedimento irrepreensível e a idoneidade moral inatacável dos candidatos nos concursos públicos para provimento de cargos policiais.

Durante todo o período do concurso público, até a nomeação, exclusivamente para efeito da investigação social, o candidato deve manter atualizados os dados informados, assim como cientificar formal e circunstanciadamente qualquer outro fato relevante para a investigação social.

Concurso Polícia Federal 2021: Curso de Formação Profissional

Curso de Formação Profissional (CFP) foi ministrado pela Academia Nacional de Polícia, em suas instalações em Brasília, sendo composto por disciplinas teóricas e operacionais.

O Curso de Formação Profissional acontece em regime de internato, das 7h30 até as 18h, de segunda a sábado com intervalos entre as aulas e com horário reservado para o almoço. A ANP fornece alojamento aos candidatos. Vale lembrar que a ordem de classificação obtida por meio de notas no CFP é critério para efeitos de escolha de lotação no concurso Polícia Federal.

Saiba mais sobre o Curso de Formação Profissional do concurso Polícia Federal

Resultados

Cadernos de provas e gabaritos preliminares

Clique nos links abaixo e faça o download do material:

ANÁLISE DO EDITAL POLÍCIA FEDERAL PF

Confira no vídeo abaixo a análise feita pelos professores Érico Palazzo, Fernando Mesquita, Diego Ribeiro e Aragonê Fernandes sobre o edital do concurso Polícia Federal 2021. Prepare-se com os melhores e garanta a sua aprovação!

Através da Correio Braziliense

Comentários estão fechados.