Seja Bem Vindo!
Sky Esquerdo
Sky Direito

DF: policiais penais protestam e pedem medidas eficientes contra a Covid-19

Carros carregavam bandeiras do Brasil e faixas pretas em homenagem ao policial que faleceu nesse domingo (17/05), vítima do novo coronavírus

Centenas de policiais penais do Distrito Federal fizeram um ato em frente no Eixo Monumental, na manhã desta segunda-feira (18/05), pedindo melhores condições de trabalho e medidas eficazes de combate ao coronavírus no sistema prisional.

A concentração começou por volta das 9h30 no estacionamento do Mané Garrincha. Em seguida, os servidores saíram em carreata para o Palácio do Buriti. Por volta de 11h45, a diretoria do Sindicato dos Policiais Penais do DF (Sindpen) foi recebida na sede do Executivo local. O resultado da reunião, no entanto, ainda não foi divulgado.

Os carros carregavam bandeiras do Brasil e faixas pretas em homenagem ao policial que faleceu nesse domingo (17/05), vítima da Covid-19. Francisco Pires de Souza, 45 anos, estava lotado na Penitenciária do Distrito Federal 1, no Complexo Penitenciário da Papuda e estava internado no Hospital regional do Hran.

Policiais penais com máscara durante manifestação

Paulo Rogério, presidente do Sindpen afirmou que Francisco não tinha plano de saúde, assim como 80% da categoria. “Muitos não que têm meios para pagar um bom plano para si e seus familiares. Partiu sem que tenham lhe garantido dignidade. Faleceu num leito de hospital, despojado ao lado de um preso que padecia do mesmo mal”, disse.

O sindicalista afirmou, ainda, que Francisco faleceu sem que o secretário-adjunto de Assistência à Saúde do DF, Ricardo Tavares, cumprisse o acordado na reunião com o sindicato, no último 6 de maio.

“Ficou determinado que seria garantido aos policiais penais, em caso de internação, espaços físicos distintos daqueles onde estejam pessoas presas, mas isso não ocorreu”, ressaltou.

Através da Metrópoles

Comentários estão fechados.