Seja Bem Vindo!
Sky Esquerdo
Sky Direito

PCDF se infiltra em festa de música eletrônica e prende traficantes

Após trabalho de monitoramento, agentes localizaram três suspeitos e realizaram a prisão em flagrante.

Policiais civis se infiltraram em uma das maiores festas de música eletrônica do Distrito Federal para desmantelar um esquema de tráfico de drogas dentro do evento, na madrugada deste domingo (21/04/19).

A Operação L1 Na Real, deflagrada pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), tinha como alvo identificar  e prender três traficantes que iriam vender drogas sintéticas para convidados que estavam na festa Surreal, realizada na Torre Digital.

De acordo com as investigações, os três homens que foram presos na ação queriam aproveitar a clientela de alto poder aquisitivo que estava na festa. Após um trabalho de monitoramento, os agentes localizaram os suspeitos e realizaram a prisão em flagrante.

Em poder dos traficantes, os policiais encontraram comprimidos de ecstasy já embalados para a venda.

Segundo a delegada Bruna Eiras, responsável pela operação, a repressão ao tráfico de drogas em festas na capital é imprescindível.

“Esses eventos são zona franca para o uso e a venda de drogas. Agora, com a continuidade das ações policiais, vamos alterar isso”, afirmou.

Os presos foram levados para a delegacia e, caso condenados, podem pegar de cinco a 15 anos de prisão.

 

Procurada pelo Metrópoles, a empresa organizadora da festa, a R2, destacou que está colaborando com as investigações da Polícia Civil.

“A produtora informa que aprova a atuação da Polícia Civil para reforçar a segurança e a saúde pública nos eventos no Distrito Federal. A organização ressalta ainda que colabora com as investigações e que está à disposição dos agentes públicos para inibir a comercialização de ilícitos dentro de seus eventos”, ressaltou, em nota.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.