Seja Bem Vindo!
Sky Esquerdo
Sky Direito

Sem quórum, eleição para presidência do Sinpol-DF é invalidada

Apenas 2.344 dos 5.431 associados aptos participaram da votação. Um novo pleito será convocado

A eleição para o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF) foi invalidada por falta de quórum. Apenas 2.344 filiados compareceram aos locais de votação nesta quinta-feira (05/03). O número mínimo de participações precisava ser 2.716 – 50% dos 5.431 associados aptos a votar, mais um.

Uma nova eleição será convocada. No novo pleito, marcado para o dia 26 de março, o quórum mínimo será de 40% dos filiados aptos a votar.

Quatro chapas disputam o comando do Sinpol-DF. A gestão terá duração de três de anos.

Após comandar o sindicato por seis anos, o atual presidente da entidade, Rodrigo Franco – conhecido como Gaúcho –, ficou fora da disputa. O candidato da situação é Alex de Oliveira Galvão, que, atualmente, ocupa o posto de diretor adjunto de Benefícios, Cultura e Esportes da instituição e é vice-presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol).

Galvão encabeça a Chapa 20. O candidato a vice-presidente do grupo é Enoque Venâncio de Freitas. O apoio do atual comando à dupla, no entanto, tem sido utilizado pelos adversários, que atribuem à gestão os seis anos sem mudanças no contracheque da PCDF.

A Chapa 10 conta com José Maria Oliveira Mendes como candidato a presidente e Francisco Pereira de Sousa a vice-presidente. Sousa comandou a Associação Geral dos Servidores da Polícia Civil do Distrito Federal (Agepol-DF) de 2015 a 2017.

José Marcus Monteiro de Oliveira e Júlio da Silva Carvalho compõem a Chapa 30 como candidatos a presidente e vice-presidente, respectivamente. Júlio Carvalho ocupa, atualmente, o cargo de chefe de Gabinete da Administração Regional do Cruzeiro.

O candidato à presidência do Sinpol-DF na Chapa 40 é Antônio Marcos Cosmo. Ele enfrentou Rodrigo Franco na última eleição do sindicato. Ficou em terceiro lugar – seis grupos disputaram o comando da entidade em 2017. O candidato a vice-presidente é Theodoro Eduardo Gonçalves Leite, que presidiu a Associação dos Agentes Penitenciários da Polícia Civil do Distrito Federal (Agepen).

Através da Metrópoles

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

close-link
close-link